Categoria Vistos Americanos


Visto para não-imigrante

Visto para imigrante



Antes de partir para férias em os EUA




Viver e trabalhar nos Estados Unidos!
O governo dos EUA oferece mais de 50.000 green card por ano.
Su Green Card Lottery todas as informações sobre como participar.

Fac-Símile EUA Green Card

Contatos

USA Office:
Miami (Florida)
Email: info@vistoamericano.eu

Consultoria e Serviços em Miami


Todas as consultas são em português e em alguns casos apoiados por nosso intérprete

• Aconselhamento Legal
• Consultoria de Imóveis
• Serviço de Interpretação
• Práticas Notários
• Tradução Legal



Vistos para EUA

No que diz respeito à emissão de vistos, a legislação americana é simultaneamente rígida e mutável. As normas variam frequentemente como consequência de ações americanas no âmbito da política externa. O meu conselho é sempre o de se dirigir ao consulado ou embaixada do seu país de residência. Mas nós pensamos de vos poder oferecer uma panorâmica bastante exaustiva sobre os diversos tipos de visto e sobre a documentação exigida para os obter. O primeiro elemento a considerar é que para as leis americanas existem duas categorias principais de vistos: aqueles para não-imigrantes e aqueles para imigrantes. A primeira categoria inclui pessoas que, mantendo a residência permanente no seu país, entram nos EUA temporariamente por motivos de negócios, trabalho temporário, estudo, turismo ou tratamentos médicos. A segunda categoria inclui quem obteve residência permanente nos EUA. Os tempos de espera para a execução dos procedimentos para a obtenção de visto não são muito rápidos. O meu conselho é o de se movimentar com antecedência em relação à data prevista para a partida. Os controlos, formulários e autorizações necessários são muitas vezes sujeitos a modificações e novas verificações.



De qualquer modo, os documentos a apresentar para efetuar um pedido de visto são:
- Um passaporte com validade resídua de pelo menos seis meses a partir da data de partida.
- Formulários de pedido de visto preenchidos com absoluta exatidão.
- Duas fotos recentes em formato passaporte.
- A possibilidade de provar de dispor de dinheiro suficiente para a sua estadia.
- Seguro médico.
- Reserva em hotel e bilhete de regresso. É frequentemente solicitado de provar o objetivo da visita.
- Se é uma solicitação de visto de trabalho, é necessária uma carta da entidade patronal.
- Se o motivo é de estudo, é necessária uma carta do instituto de estudo.

Para os vistos para não-imigrantes, segundo as regras do Immigration and Naturalization Law, é necessário demonstrar vínculos legais ou fiscais muito fortes com o próprio país de origem, como por exemplo um contrato de trabalho ou uma declaração de rendimentos, certidão de nascimento ou extrato de conta; isto para tornar mais credível que, no final da estadia, se pretenda realmente regressar ao país de origem.
Os EUA deram vida a um programa-piloto de isenção de vistos de não-imigrantes, por períodos não superiores a 90 dias, envolvendo cidadãos dos seguintes países: Andorra, Austrália, Bélgica, Brunei, Dinamarca, Finlândia, França, Alemanha, Islândia, Irlanda, Itália, Japão, Liechtenstein, Luxemburgo, Mónaco, Países Baixos, Nova Zelândia, Noruega, Portugal, San Marino, Singapura, Eslovénia, Espanha, Suécia, Suíça e Reino Unido. Neste caso também é exigido um bilhete aéreo que ateste o regresso no espaço de 90 dias. Este tipo de isenção, embora possa parece conveniente, na realidade apresenta algumas desvantagens como o não poder prolongar a estadia por um período superior a 90 dias; a impossibilidade de mudar a tipologia de estado com que se entra nos EUA; a maior facilidade em ser expulso de um país sem poder fazer nenhum tipo de recurso. Entremos um pouco mais no específico e vejamos o que fazer para um pedido de visto de imigrante. A coisa mais importante a dizer agora é que todos os candidatos devem comparecer a uma entrevista com um funcionário do consulado.
miami USA Fazer o agendamento destas entrevistas leva tempo, que pode variar de poucas semanas a diversos meses. Os candidatos são convidados a jurar a veracidade das declarações feitas no formulário de candidatura. Os documentos necessários neste caso são: passaporte, certidão de nascimento, atestado de antecedentes criminais e uma carta da entidade patronal. Isto para demonstrar que você nunca será, para o governo americano, uma despesa pública, já que você pode contar com os seus meios de subsistência. Os americanos são muito sérios, pelo que entre as várias coisas que são requeridas se encontra também uma visita médica obrigatória e o registo das impressões digitais; isto para que o FBI possa garantir que o requerente de visto nunca esteve sob investigação. Pelo contrário, um visto de não-imigrante dá o direito a entrar nos EUA de forma temporária. Alguns destes vistos dão apenas direito à chamada “entrada múltipla”; ou seja permitem a entrada e saída do país o número de vezes que se quiser durante o período de validade do visto. É muito importante que você se lembre que, regra geral, a validade do visto está sujeita à validade do passaporte: se o passaporte tem uma validade resídua de apenas três meses, mesmo se o seu visto tenha uma validade de três anos, a estadia só é possível até à data de validade do passaporte.
introdizione visti usaOs requerentes de visto de não-imigrante também são obrigados a ser entrevistados e a responder com absoluta sinceridade às perguntas dos formulários de pedido de visto: as embaixadas conservam ficheiros de dados muito bem cuidados e podem facilmente encontrar qualquer recusa ou cancelamento prévio de visto. A obtenção de visto de não-imigrante varia muito de acordo com o tipo de visto solicitado: se se trata de estudantes, por exemplo, é necessário ser capaz de fornecer provas da intenção de regressar ao próprio país no final da estadia; no caso de pedido de visto para trabalho ou casamento, são precisos fiadores no local. Muitos vistos de não-imigrantes podem ser prorrogados sob acordo que não seja modificado o estatuto do visto e que, obviamente, não tenha expirado o período de admissão previamente concedido. Para obter a extensão do visto, você deve solicitá-lo no mínimo 60 dias antes do prazo e demonstrar que é de boa fé e que não tinha planejado prolongar a sua estadia já desde o início. Nos EUA, a boa-fé é um critério em base ao qual o governo pode decidir se conceder ou não um determinado pedido.